Problemas e Soluções

1) Forno ligado, mas não há nada no display.

Primeiro, verifique o disjuntor a fim de garantir que uma fase não foi desarmada. Se o disjuntor está ok, verifique o disjuntor de entrada.

 

2) Alguns segmentos do display são mais opacos do que outros.

Quando alguns segmentos do display ficam mais fracos do que os outros, o problema pode ser resultado da idade. Outra possível causa é a exposição do controlador ao calor elevado. Essa situação precisa de atenção. Não use o forno quando esse problema estiver presente. Contate a Stecno.

3) O termopar está lascado.

Descamação é normal com termopares tipo K, especialmente quando expostos a queimas de alta temperatura frequentemente. Use uma escova de cerdas macias para retirar a fuligem a fim de que ela não caia nas peças. Remova o elemento termopar periodicamente e verifique se há desgaste. Lembre-se, o termopar tem vida útil de uma média de 60 queimas.

4) A temperatura de queima final é diferente agora da primeira queima e os resultados não parecem muito bons. O que fazer?

Após cerca de 60 queimas, é necessário substituir o elemento termopar. Quando a temperatura parece diferente da normal, é uma indicação de que o termopar está se tornando mais fino e desgastado. Resistências mais velhas fazem com que o forno seja mais lento para atingir a temperatura; a fim de que haja compensação, aumente o tempo, ou troque as resistências

 

5) Uma seção do forno não está aquecendo.

Isso indica que há um relé defeituoso que não liga. Geralmente, há um revezamento por seção, ou possivel queima de uma resistência.

 

6) Alguns elementos ficam mais incandescentes que os outros.

Isso indica elementos desgastados.

 

7) O forno não aquece.

-Verificar a existência de disjuntor aberto.

-Verificar se esses disjuntores são de primeira linha.

-Verificar se há tensão na tomada de forno.

-Possível falha em algum elemento.

-Falha de um componente do painel.

-Verificar se há fios desgastados ou quebrados.

 

8) A queima acontece muito lentamente.

-Elementos estão desgastados. Com o tempo de uso, o fio da resistência perde o poder de dissipação (afinando) o que faz com que ela gere menos calor por metro de fio. O mais indicado nesse caso é a substituição de todos os elementos.

-Certifique-se de que todos os elementos estejam funcionando. Para isso, levantar a tampa com cuidado à uma temperatura de 100ºC, enquanto o forno está ligado e verificar se todos eles estão incandescentes. Nos fornos série P, as resistências da zona de cima e de baixo funcionam independentes, portanto, certifique se o forno está no modo de queima de vidro, para que ele ligue todas as resistências simultaneamente.

-Tensão muito baixa. Como a tensão cai quando o forno está ligado, é importante verificá-la quando ele estiver com as resistências ligadas. O forno é projetado para funcionar entre 208 V a 240 V.

-A tensão pode variar em algumas áreas pelo uso elétrico pesado. Isso acontece principalmente no verão com uma grande demanda para ar condicionado e refrigeração.

-Cabos muito longos podem causar baixa de tensão, faça a ligação o mais perto possível do quadro de entrada de energia da local.

-Certifique-se de que o forno foi ligado entre 208 V ou 240 V em vez de em 120 V.

 

6) Disjuntor quente ou parcialmente derretido.

O forno deve ser desligado imediatamente. Com o tempo de uso e as constantes dilatações e contrações do fio devido ao aquecimento do cabo, o fio pode afrouxar; é importante que, a cada três meses de uso, as conexões sejam reapertadas.

Ligar e desligar o conjunto de cabos pode causar desgaste e afrouxar as conexões.

Condições de umidade, tais como porões úmidos, podem ser a causa da corrosão. Corrosão faz com que haja perda de carga entre o cabo e a tomada de parede.

Caso exista algum desses problemas, substitua o elemento com defeito imediatamente e com peças de reposição originais de fábrica.

 

7) Rachaduras e fissuras nos tijolos.

As fissuras são comuns em todos os fornos e não devem ser motivo de preocupação. Tijolos expandem e contraem quando aquecidos e resfriados.

Caso vá fazer reparação em um pedaço de tijolo quebrado, faça com cimento de reparação.

Caso ocorra uma quebra no tijolo que sustenta a resistência, a reparação é impossível, portanto, um pino do material da resistência pode ser usado para evitar inclinação da resistência.

 

8) O disjuntor desarma imediatamente quando forno é ativado.

De um modo geral, se um disjuntor desarma imediatamente após ser ligado, ou pressionando as teclas de início, ele indica um curto-circuito no interior do forno propriamente dito. É também possível que os disjuntores de proteção do circuito não estejam dimensionados adequadamente.

Verifique os cabos de alimentação (visual e odor). Se há alguma evidência de formação de arco, chame um eletricista qualificado para corrigir o problema. Isso deve ser corrigido antes de continuar disparando.

O circuito pode estar sobrecarregado. Desligue todos os outros aparelhos que operam na mesma rede do forno.

 

9) O disjuntor desarma durante a queima

De um modo geral, se o disjuntor desarmar depois de algum tempo do início da queima, isso indica que há um problema com o sistema elétrico.

As causas são variadas. O calor nos disjuntores fará com que níveis mais baixos de amperagem desarmem o disjuntor. Esse calor pode ser causado por uma ligação fraca ou frouxa no disjuntor. Um disjuntor não é normalmente quente. Deve ser muito próximo à temperatura ambiente durante a operação normal.

É possível também que os disjuntores sejam ruins, fracos etc. Troque-os apenas pelo tamanho adequado. Não instale disjuntores de maior amperagem para resolver o problema. Algo fora do comum fez os originais falharem. O problema deve ser corrigido corretamente, por questão de segurança.

Nesse tipo de situação, contate um eletricista qualificado para verificar problemas de circuito.