Forno Especial

Fornos Epeciais

Além de nossos fornos convencionais, também trabalhamos com fornos sob medida, ou seja, fornos com alguma medida diferenciada, temperatura em especial ou até mesmo alguma característica que os fornos convencionais do mercado não apresentem.

Medidas Especiais: para a utilização em alguma peça diferenciada, ou até mesmo maior espaço para efetuar um trabalho mais eficiente e com melhor aproveitamento;

Sensor de Temperatura: alguma temperatura em especial para determinada utilização.;
– PT100: sensor de temperatura indicado para trabalhos em baixa temperatura devido sua precisão e estabilidade até 650ºC;
– Termopar tipo J: indicados para temperaturas até 760ºC podem ser utilizados em atmosferas oxidantes, redutoras, inertes e no vácuo;
– Termopar tipo K: indicados para temperaturas até 1.300ºC podem ser utilizados em atmosferas oxidantes ou inertes;
– Termopar tipo S: indicados para temperaturas até 1.600ºC podem ser utilizados em atmosferas oxidantes ou inertes;

Isolamento: alguns isolamentos podem suportar melhor as altas temperaturas, como também para diminuir os custos de queima devido a inercia térmica;
– Fibra cerâmica: feita a partir de sílica e alumina, fibras refratárias inorgânicas, com ótima flexibilidade, alta resistência a ataques químicos e choques térmicos. A baixa inércia térmica faz com que o forno consuma menos energia e tenha um aquecimento e resfriamento mais rápido;
– Tijolos isolantes: são fabricados nas densidades: 0.6, 0.8, e 1.0 g/cm3 e suportam temperaturas de até 1.400C. Seus baixos teores de óxido de ferro e álcalis conferem boa refratariedade, sendo que o teor de alumina garante a estabilidade em atmosferas redutoras e sua baixa condutividade térmica resulta em economia de energia;
– Materiais refratários: suportam altas temperaturas dos fornos sem perder suas características físicas, possuem baixa condutividade térmica e elevada resistência a ataques químicos;
– Sistema dual shell: separa a estrutura interna da carroceria externa, formando um espaço vazio onde o ar circula deixando a parte externa do forno com uma temperatura mais baixa, auxiliando na proteção contra corrosão, devido à ausência de condensação na carroceria externa;

Acionamento: O acionamento das resistências pode ser controlado por relés de estado sólido para um controle preciso de temperatura, sem desgaste e sem ruído, ou por chave contadora;

Estrutura: Diferentes materiais, para diferentes necessidades, seja para melhor acabamento e até durabilidade, seja por estética ou até mesmo pelo custo, aço de carbono com pintura eletrostática, feitos por corte a laser dando uma melhor aparência, ou em aço inox dando ao equipamento resistência a corrosão e prolongar a vida do equipamento;

Porta: Com abertura paralela com superfíciequente para parte traseira, longe do operador feito em fibra rigida de cerâmica de alta qualidade com baixa massa térmica para garantir alta resistência ao desgaste, também trabalhamos com outros tipos de portas com, portas basculantes, portas tipo bandeja, portas guilhotina e etc;

Chaminé: Para exaustão dos gases e vapores de queima;

Painel de Controle: acreditamos que nosso controlador tem a melhor relação usuário-máquina do mercado, unindo em um só todos os opcionais do mercado, com recursos de programação, notificação de eventuais problemas e descrição detalhada da queima.