Falhas na Queima

A seguir, uma lista de falhas de queima comum. Embora útil, essa lista não é para ser usada como instrução, mas somente para ajudar a identificar as falhas que possam ter ocorrido.

Para informações completas sobre queima e seu tipo particular de cor, sugerimos entrar em contato com o fabricante ou distribuidor. Para obter mais instruções gerais, sugerimos que seja procurada a formação de um professor qualificado.

 

Fissuras e rachaduras

Crazing é reconhecida por muitos por rachaduras na superfície do esmalte após a queima. Isso não vai necessariamente ocorrer imediatamente após a queima final, mas ao longo de um período de tempo quando as rachaduras se tornarão visíveis. Fissuras e rachaduras podem ser causadas por:

  1. O biscoito ou o esmalte não foram secos totalmente. Se as peças não estão completamente secas, a umidade ficará presa dentro da peça, o que ocasionará o aparecimento de rachaduras.
  2. O resfriamento do forno foi muito rápido ou a peça foi removida antes que o forno estivesse completamente frio. Não apresse o processo de resfriamento ou levante a tampa do forno antes de estar abaixo dos 100°C. Uma mudança brusca de temperatura pode colocar pressão sobre a peça, causando fissuras.
  3. Incapacidade da argila e do esmaltes de trabalharem juntos. Certifique-se em saber que tipo de barro está sendo usado e siga as instruções do fabricante de tintas. Contate o fabricante.

 

Bolhas no esmalte, crateras e furos

  1. Caso o biscoito seja feito em uma temperatura muito baixa, a unidade não sairá por completo, causando pequenos furos, bolhas ou crateras na superfície do esmalte. Leia todas as indicações do fabricante de cor de produtos para temperaturas de queima correta. Contate o fabricante se tiver perguntas sobre esta questão. Na maioria das vezes, é realizada uma queima de biscoito entre 850°C a 1.100°C.
  2. Uma grande quantidade de esmaltes pode ter sido aplicada. Apenas o número de camadas de acordo com os fabricantes e as direções de cor da etiqueta deve ser aplicado.
  3. Poeira na peça ou no forno poderá causar algum defeito no esmalte. As peças devem ser livres de poeira, escovando a poeira com um pincel macio ou uma esponja úmida. O forno deve ser aspirado, inclusive dentro dos sulcos, para mantê-lo livre da poeira.

 

Peça feitas em molde

  1. Caso a peça do molde seja removida incorretamente, ela pode ter danos não visíveis. A peça não deve ser removida do molde até que o couro duro a envolva por completo. Isso é extremamente importante na fundição de porcelana. Porcelana tem uma memória que não pode ser reformulada.
  2. Alta temperatura pode causar distorções.
  3. Colocar a peça muito perto da resistência pode causar em uma parte da peça secagem prematura e distorcer. Mantenha a peça aproximadamente 2 cm longe das paredes laterais do forno e da montagem das colunas (se estiverem instaladas), e do termopar para assegurar uma ventilação adequada.
  4. Geralmente, é impossível salvar bisques empenados.

 

Esmalte que não adere às peças

  1. A superfície suja da peça por poeiras (incluindo poeiras de esmaltes), loção de mão e oleosidade da pele são as causas mais comuns. Verifique se a peça está livre de poeira e use esponja para retirar qualquer material estranho ou óleos.
  2. O biscoito que não tenha sido completamente seco não aceitará uma boa aplicação de tinta. Espere que a peça esteja completamente seca antes de tentar pintá-la.
  3. Se uma camada grossa de esmalte for aplicada, a peça pode estourar durante a queima. Leia as instruções do fabricante da cor cuidadosamente antes da aplicação.
  4. Incompatibilidade pode ser o problema. Tenha certeza de que conhece o tipo de cor e as argilas com os quais está trabalhando para eliminar quaisquer problemas.

 

Esmalte fosco

  1. Aplicar esmalte fortemente no biscoito pode deixar o esmalte fosco. Aplicar de acordo com as instruções do fabricante.
  2. Pincéis sujos ou limpeza inadequada de escovas podem contaminar a cor e fazer com que o esmalte fique fosco. As escovas devem ser lavadas em água limpa e seca. Com o cuidado adequado, as escovas durarão por muitos anos.
  3. Verifique se o forno está programado à temperatura sugerida pelo fabricante ao esmalte.

 

Esmaltes descoloridos ou áreas cinzas

  1. Algumas cores juntas, que não são compatíveis, causarão a descoloração. Vermelhos, laranjas e verdes emitem um gás que pode contaminar as outras cores e causar descoloração.
  2. Se a peça esmaltada for colocada muito perto das resistências, pode haver uma variação de cor ou descoloração. Dê a ventilação adequada durante a queima de esmalte. Uma boa cor depende de uma boa ventilação.
  3. Pincéis sujos podem contaminar a tinta e deixar as áreas sem cor. Certifique-se de que os pincéis foram limpos com bastante água limpa.
  4. Temperatura muito alta também pode manchar o esmalte ou deixá-lo com áreas acinzentadas. Leia as instruções do fabricante de cor recomendando a temperatura de queima e siga as instruções de queima.

 

Esmalte com aparência áspera

  1. Pode ser causada por temperatura muito alta. Siga as instruções do fabricante de cor recomendando a temperatura de queima na etiqueta.
  2. Aplicar uma quantidade insuficiente de esmalte pode causar o efeito de aspereza. Aplique cor por cor, seguindo as especificações do fabricantes no rótulo. Caso continue a existir um problema com o esmalte, contate o fabricante do esmalte.

 

Vermelho

Problemas com os vermelhos não são incomuns e deve haver cuidado com a queima. Vermelho não é compatível com alta temperatura, aplique com cuidado e boa ventilação. Algumas falhas na queima podem ser causadas por:

  1. Queima com esmaltes vermelhos e outros que não são quimicamente compatíveis com a cor vermelha. A cor ficará distorcida. Verifique com o fornecedor quais cores são compatíveis entre si.
  2. Temperatura excessiva pode arruinar a cor vermelha. Ela ficará acinzentada e não vermelho-brilhante.
  3. A circulação de ar inadequada pode causar falta de oxigênio, podendo resultar em manchas pretas no esmalte vermelho. Às vezes, os vermelhos ficam mais bonitos perto do fundo do forno onde a tendência é de ser um pouco mais frio.